Desconfinamento: Como foi o regresso à rotina?

Já regressaste ao teu local de trabalho?

Eu estreei-me na segunda passada e vou contar-te tudo.

Se ainda não regressaste certamente deves ter curiosidade sobre como é voltar à rotina em tempos de covid.

A primeira coisa que te posso dizer é que é muito cansativo. Tudo o que antes era normal agora é cansativo: estar constantemente preocupada com tudo o que tocas, a máscara, as pessoas, tudo.

Mas vamos começar do princípio. A minha empresa adotou a política das “equipas espelho” e dividiu-nos em 2 equipas que irão trabalhar no escritório de 15 em 15 dias.

Eu fui selecionada para o primeiro turno que acaba dia 12. Ou seja, basicamente, trabalhamos 2 semanas seguidas no office e depois voltamos para casa e regressam os nossos colegas (para nunca nos cruzarmos e não exceder os 50% de lotação).

Se me segues no instagram já deves ter percebido que vou de transportes para o trabalho e, sinceramente, esta é a parte mais stressante do regresso.

Desconfinamento: Como estão os transportes públicos?

Em primeiro lugar quero deixar bem claro que atualmente (pelo menos na semana passada) foi relativamente tranquilo andar de transportes apenas por um motivo: não há nem metade das pessoas que havia pré-covid e todas (pelo menos as que apanhei) usam máscara de proteção.

E é exclusivamente por isso. Porquê? Porque nenhuma das normas está a ser respeitada pelas empresas de transportes (sobretudo na fertagus), para ser mais específica:

  • Os lugares não estão assinalados (o que deixa ao bom senso de cada um o respeito das distâncias de segurança);
  • Não existem dispensadores de álcool gel nas estações e carruagens; 
  • As portas não abrem automaticamente pese embora o comboio pare em todas as paragens (o que obriga a que as pessoas toquem no botão para entrar e sair);
  • Não há qualquer controlo sobre entradas/lotação das carruagens.

Resumindo a minha experiência da semana passada: senti-me “tranquila” nos transportes apenas porque não existiam muitas pessoas e consegui sempre ir sentada sozinha num compartimento de 4 pessoas, no entanto, quero deixar claro que as medidas não estão a ser cumpridas pelas empresas responsáveis.

No metro ainda há menos pessoas e, como as portas abrem automaticamente, até me senti mais segura do que nos comboios fertagus (mas também não há gel, nem controlo, nem lugares assinalados).

Desconfinamento: Como está a vida no escritório?

A vida no escritório vai depender de empresa para empresa, por isso, só posso falar sobre a minha experiência.

De um modo geral senti-me segura no escritório porque estão a cumprir todas as medidas necessárias para que isso aconteça.

No entanto, não deixa de ser bizarro o facto de não existirem os contactos normais entre colegas.

De um modo geral este foi o meu feeling nesta 1ª semana de regresso, confesso que segunda-feira foi o pior dia, por ser o primeiro em que tomei contacto com esta estranha nova realidade. 

Ah, relativamente à máscara, só posso dizer que quem “sua do bigode” vai sofrer (porque eu sofri bastante) mesmo com as máscaras cirúrgicas que são as mais recomendadas para andar de transportes.

Só me falta mais 1 semana de luta e é mais curtinha, por isso, vamos a isso!

Estamos juntos. 

Bisous,

Marina Véronique 🌈

 

 

 

4 opiniões sobre “Desconfinamento: Como foi o regresso à rotina?

  1. Olá! Eu já voltei ao trabalho há 15 dias, entrei de férias na semana passada e esta semana já estou de volta ao trabalho. Mas, também senti o mesmo que tu, tal e qual o que descreveste.
    Também viajo de metro e comboio fertagus, Estou frequentemente a usar gel que tenho na mala. O metro ainda cheguei a ver álcool mas já não tem. beijinho

    Gostar

  2. trabalho no aeroporto e ainda estou de lay-off, mas já tive que ir a Lisboa por motivos de saúde e devo dizer que até me agradou o que vi. o único sítio que não tinha gel, onde entrei até hoje foi uma FARMÀCIA aqui no Barreiro XD ainda estou em choque mas que se há de fazer. No entanto estou apreensiva sobre quando voltar ao trabalho… não sei em que condições vão ser mas vou trocar o barco pelo autocarro muito provavelmente e se já sofria do calor num dia normal, só posso imaginar com máscara num dia de calor num autocarro onde o ac não é excelente. uma pessoa já tem uma amostra de quando vai à rua não é verdade?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.